• Julia

5 Passos Para Viver Uma Vida Mais Consciente

Atualizado: 28 de Dez de 2019

A expressão “vida consciente” pode parecer um tanto vaga ao primeiro ouvir. Afinal, o que engloba esse conceito? Bom, uma vida consciente é baseada em diversos âmbitos: pessoal, social, ambiental, alimentício e político. Ou seja, ela é praticável em várias situações do nosso dia a dia. Seja na hora de ir ao supermercado, comprar roupas novas, jogar lixo fora, votar em uma figura política ou resgatar um cãozinho das ruas. Por isso considero esse tema crucial para que possamos otimizar e desenvolver vários aspectos do nosso cotidiano. Como consequência, também seremos capazes de melhorar a qualidade de vida de todos os seres sencientes (sejam eles pessoas ou animais) à nossa volta.

Com uma visão de mundo mais lúcida, podemos agir com maior sensibilidade e discernimento em relação às mais diversas situações que cruzam o nosso caminho. Ao seguirmos apenas as nossas rotinas pessoais, sem maiores reflexões, abrimos mão de experiências importantíssimas não apenas para o nosso desenvolvimento pessoal, mas também para o bem-estar de todos ao nosso redor. Além disso, devemos aprender a assumir responsabilidade pelos nossos atos e o que eles causam ao meio ambiente, às pessoas e aos animais que habitam este planeta. Essa responsabilidade está ligada tanto ao âmbito social quanto ao âmbito pessoal. Avaliar como as nossas pequenas atitudes afetam as pessoas com quem convivemos também faz parte dessa compreensão.


Sim, trata-se de um trabalho de formiguinha. Mas tudo o que é significativo exige esforço e dedicação. Nesse caso não seria diferente. Com isso em mente, fiz um compilado dos pontos que considero mais relevantes para o exercício de uma vida mais consciente:


1. Pratique o autoconhecimento


Um dos primeiros passos é não ter medo de aprofundar sentimentos e expectativas. Refletir sobre o que está acontecendo em nossas vidas, inclusive sobre os problemas, pode ser uma experiência libertadora. Quais são os seus valores? Seus pontos fortes? E suas dificuldades? O que você deseja mudar na sua vida? Perguntas como essas são essenciais para incitar a autoreflexão. A partir disso vem o desejo constante de melhorar como ser humano, o que só pode trazer ótimos resultados, tanto a curto como a longo prazo.


2. Saia da zona de conforto


Sim, sair da zona de conforto pode ser desagradável e causar certo sofrimento. Mas vale muito a pena. A vida se abre para nós a partir do momento em que deixamos de nos paralisar pelo medo. Reflita, pesquise, viaje, explore, seja generoso, conecte-se com as pessoas e a natureza. Saia da caixinha. Você viverá experiências que nunca imaginou viver. Garanto que o seu crescimento pessoal será exponencial.


3. Abra a mente para novas ideias


Todos possuimos convicções que nos ensinaram a ter desde pequenos. Algumas fazem sentido, outras nem tanto. O importante é saber questionar tudo o que nos é apresentado como ideia ou verdade absoluta. Muitas vezes acabamos “indo com a onda” ao tomar para

nós opiniões de pessoas que não estão tão bem informadas. Por isso é importante pesquisar em diversas fontes, conversar com profissionais e fazer uma reflexão sobre os temas em questão. O avanço só é possível a partir do questionamento. Fuja da estagnação. Como disse a sábia Grace Hopper, "A frase mais perigosa que existe em um idioma é 'Nós sempre fizemos assim’.”


4. Desapegue de coisas materiais


Ninguém pode negar que todos nós apreciamos (e, muitas vezes, precisamos) de certas amenidades no nosso dia a dia. Comida gostosa, banho quente, cama confortável, roupas bonitas e de boa qualidade etc. Tudo isso é muito válido. Nós devemos, no entanto, tomar cuidado com os excessos: comprar/fazer tanta comida que constantemente precisa ser jogada fora, roupas e sapatos em demasia, inúmeros artigos de luxo desnecessários, e assim por diante. A vida fica muito mais simples quando reduzimos o nosso consumo e passamos a praticá-lo de forma consciente. Dessa maneira, começamos a ter mais tempo, energia e recursos para coisas mais importantes, como ajudar aqueles que realmente precisam. Além disso, evitamos o desperdício, diminuindo a quantidade de lixo produzido. O planeta agradece.


5. Olhe para o outro


A vida do ser humano é muito atribulada. Emprego, casa, contas a pagar, e várias outras responsabilidades tolhem o nosso tempo e energia. Pode ser bem difícil conseguir administrar tudo isso. Mas sempre há um tempinho, em um momento ou outro, para refletir sobre os sentimentos e a realidade das pessoas e dos animais à nossa volta. Sejam os da nossa mãe, do colega de trabalho, do cãozinho de rua ou da criança pedindo dinheiro no farol. Praticar a empatia é um passo muito importante não apenas para o nosso desenvolvimento pessoal, mas também para sermos capazes de estender a mão àqueles

que precisam do nosso amparo. Pergunte-se todos os dias: o que posso fazer para ajudar de maneira efetiva? Nós precisamos de mais amor, mais tolerância e mais respeito. Que escolhamos ser as pessoas que irão ajudar a construir um mundo melhor.


Como este é o primeiro texto do blog, procurei dar uma prévia bem resumida de alguns dos temas que irei tratar aqui. O intuito é trabalhar cada um desses assuntos de maneira mais completa e aprofundada daqui para frente. Claro, também estarei aberta a sugestões.

Obrigada pela atenção e até a próxima ;).


Por Julia P.D.

© 2023 by My Weight Lost Journey. Proudly Created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now